Home»Detalhe de Notícias
 
CGD denuncia acordo de empresa

A Caixa Geral de Depósitos denunciou o acordo de empresa com a FEBASE e os seus Sindicatos Bancários tendo, para tal, enviado conjuntamente uma nova proposta de Acordo de Empresa (A.E.), onde pretende adaptar o atual A.E. ao novo clausulado do ACT da banca, preconizando a eliminação de algumas das clausulas que mais tocam aos seus trabalhadores, tais como:

+ terminar com as progressões obrigatórias e com as anuidades;

+ terminar com o prémio de antiguidade;

+ rever o acesso ao Crédito à Habitação por parte dos seus trabalhadores;

+ alterações nas carreiras profissionais e respetivos níveis.


Já quanto ao aumento da tabela salarial e cláusulas de expressão pecuniárias a C.G.D. apresenta uns míseros 0,35% de aumento.

Relembramos que o atual A.E. define as regras acordadas pelo banco público com a FEBASE e os trabalhadores sindicalizados em cada sindicato, que vão para além da revisão salarial e clausulas de expressão pecuniárias.

Convém também lembrar que a situação económico-social aquando da negociação do atual ACT era bem diferente da que existe atualmente, mais ainda se olharmos para o setor bancário, no qual se tem vindo a denotar uma grande evolução a nível dos balanços das diversas instituições presentes no mercado, motivo pelo qual a C.G.D. não pode querer transpor clausulado que em nada se enquadra na nova realidade do mercado financeiro em Portugal.

É altura também para lembrar à Comissão Executiva da Administração da C.G.D. de que tem o dever e a obrigação de repor tudo aquilo que foi cortado aos trabalhadores por vias dos Orçamentos de estado anteriores e que, ao contrário de outras empresas do tecido empresarial do Estado que já repuseram, a C.G.D. continua a manter a teimosia da sua não reposição, com base num hipotético e fantasma parecer.

Perante tal situação a FEBASE encetará as reuniões de negociação a partir de Setembro e nas quais terá sempre em cima da mesa a defesa intransigente dos trabalhadores desta prestigiada instituição, tendo em especial atenção ao clausulado de cariz financeiro e social, procurando desta forma atingir um entendimento.


     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN