Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
… oficina de chocolate…

BOMBONS – NÍVEL I

Inspirado pela quadra de Natal e no sentido de dar a conhecer os princípios da arte de trabalhar chocolate, o GRAM vai promover em data a indicar oportunamente um workshop sobre chocolate e bombons. Trata-se de um evento especialmente destinado a curiosos, gulosos e outros, lecionado por Luísa Rodrigues uma “master” certificada pela “Knightsbrigge PME, School of Cake Decorations & Confectionery Arts”. A oficina tem como objetivo proporcionar aos associados as preciosas sugestões da chef, dar a conhecer os princípios da arte de trabalhar chocolate e aprender a manipulá-lo para o transformar em bombons irresistíveis, de forma a que cada um se possa aventurar nas suas próprias experiências.
O workshop começa com uma introdução sobre a história do chocolate, as suas caraterísticas e técnicas básicas de manipulação, seguindo-se a elaboração de recheios e a execução de três tipos de bombons diferentes, e terminando com a degustação do produto final.


Chocolate

O chocolate é um alimento feito com base na amêndoa do cacau, fermentada e torrada. A origem remonta às civilizações pré-colombianas da América Central, tendo, a partir dos Descobrimentos, sido trazida para a Europa, onde se popularizou, especialmente a partir dos séculos XVII e XVIII. Mas, devido às condições climatéricas indispensáveis ao seu cultivo, não é possível aqui o seu plantio. O chocolate, tal como é consumido hoje, é resultado de sucessivos aprimoramentos realizados desde o início da colonização da América, onde era consumido pelos nativos na forma de uma bebida quente e amarga.
Os europeus passaram a adoçar e a misturar especiarias para o adequar ao seu gosto e, com o desenvolvimento dos processos industriais e das técnicas culinárias, surgiu o chocolate com leite e depois na forma sólida.
Atualmente, é encontrado em diferentes formas, que vão desde o sólido – como o chocolate em pó, as barras, os ovos e os bombons – ao líquido (como o achocolatado ou o chocolate quente) e, além de ser consumido puro, serve também de ingrediente de um grande número de alimentos.
Hoje, são conhecidas algumas propriedades que o relacionam pela positiva, especialmente na versão amarga, à saúde humana.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN