Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Quando eu for passado

Quando, eu for memória, for passado,
Espero por todos ser lembrado,
Mais, por quem que por mim chorou,
No dia em que a vida me deixou.
Esteja a minha alma onde estiver,
Num lugar, em paz, que não conheço
Eu, todos vós levarei comigo
E nunca mais vos esqueço.
O caminho da vida que percorri
E que a morte me separou de ti,
Também o terás de percorrer.
Desejo que o percorras sem sofrer,
Serás , um dia, também passado
Mas, nessa altura, nesse momento,
Estarei sempre ao teu lado
E teremos todo o tempo
Todo o tempo, eternamente,
Para saber da nossa gente
Que partiu primeiro do que nós,
Pais, filhos, irmãos, tios e avós.

Por Raul Fernando Teixeira de Sousa

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN