Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Os oprimidos

De que se alimenta a guerra?
Do ódio, da humilhação, da avareza,
Sem ela, todos nós seriamos com certeza
Livres, sem fome nem sede, na terra.
A paz que desejamos, não se compra
Faz-se, com as armas descarregadas
Com elas, adormecidas e caladas
A paz, é irmã duma consciência imortal
Todas, filhas da esperança e não do mal
Destruam-se os ódios e as humilhações
Vamos todos dar as mãos à liberdade
Construamos uma nova irmandade
Unindo os povos, unimos todos os corações.

Raul Fernando Teixeira de Sousa

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN