Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
A hipertensão…

… da Saúde:
“Estado de completo bem-estar físico, moral e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”
(O.M.S.)

A hipertensão arterial é uma patologia cuja prevalência tem aumentado nos últimos anos e que pode originar consequências de gravidade importante, nomeadamente acidentes cardiovasculares, cardíacos e cerebrais. A alimentação, o sedentarismo, o tabagismo e o stress do dia-a-dia são fatores determinantes no aparecimento da hipertensão arterial. A preocupação que, felizmente, hoje em dia a maior parte das pessoas tem com a saúde leva a que muitas destas situações sejam diagnosticadas e tratadas.

Verifica-se também – e isto é muito importante – que muitos doentes hipertensos não cumprem as indicações dadas pelos médicos quanto ao tipo de vida e às restrições aconselhadas e abandonem a medicação. São hipertensos não controlados, que, a maior parte das vezes, nem sequer, em períodos estabelecidos clinicamente, vigiam a tensão arterial.

Convém referir que a hipertensão pode cursar silenciosamente mas, quando origina complicações, podem deixar sequelas para toda a vida. Não há, portanto, qualquer tipo de desculpa para que, de tempos a tempos, não se vigie a tensão arterial e para que se, ultrapassar os limites de normalidade (que no artigo seguinte serão definidos), não se consulte um médico. Assim, solicitei ao nosso médico interno Dr. Duarte Aguiar um artigo sobre o tema em causa.

Luís Aguiar
Diretor clínico do SAMS

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN