Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
UGT-Braga comemora Ano Europeu dos Cidadãos: “Procura ativa de emprego na União Europeia”

Enquadrada nas comemorações do Ano Europeu dos Cidadãos, cujo objetivo é reforçar a ideia de que todos os cidadãos europeus têm o direito de viver, estudar e trabalhar em qualquer país da União, com o mesmo tratamento que os cidadãos desse mesmo país, a UGT-Braga, em colaboração com o Centro Europe Direct de Ponte de Lima, organizou no passado dia 10 de maio, no auditório da Associação de Futebol de Braga, um seminário onde foi debatida “A procura ativa de emprego na União Europeia”.

O seminário teve como público-alvo todos os trabalhadores, com particular incidência nos desempregados e nos estudantes finalistas, com o objetivo de fornecer informação sobre as instituições e os serviços de apoio, proporcionando ferramentas para um maior sucesso na busca ativa de emprego a nível da União Europeia. Perante um auditório completamente cheio, o seminário, foi aberto pelo chefe da representação da Comissão Europeia em Portugal, Luís Sá Pessoa, e contou com a presença da vereadora do pelouro da Educação da Câmara Municipal de Braga, Palmira Maciel, na cerimónia de abertura.

O primeiro painel, sobre “Atitudes proativas na procura de emprego”, foi moderado por César Campos, e teve como oradores convidados o consultor de comunicação, docente universitário e autor Custódio Oliveira, versando o tema “Estratégia e proatividade na busca de emprego: curriculum e apresentação”, e o delegado regional do Norte do IFP, César Ferreira, que falou sobre “O papel do IFP na preparação dos trabalhadores para o mercado de trabalho”.

O segundo painel, sobre “Um novo emprego a nível europeu”, teve como moderador Artur Silva e como oradores convidados o gestor do Centro Europ Direct de Ponte de Lima, Abraão Veloso, cuja alocução se centrou no “Papel da Solvit no apoio aos trabalhadores na União Europeia”, e a coordenadora do EURES Transfronteiriço Galiza/ Norte de Portugal, Teresa Valentim, cuja intervenção incidiu sobre “A importância do EURES no aconselhamento e no apoio aos trabalhadores deslocalizados”. A sessão de encerramento contou, entre os convidados, com a presença do secretário-geral da UGT, Carlos Silva, que encerrou o seminário com um discurso muito virado para a juventude no contexto atual da Europa.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN