Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Amigo, amiga: a vida é tua, é tua a vida!

Levanta a cabeça e luta e voa como a gaivota,
afasta todos os medos, vê mais longe a tua rota.
Levanta a cabeça e luta pelo pão, trabalho e teto,
não deixes que te enganem com miragens de deserto!

Levanta a cabeça e luta com tuas mãos de razão
pelos Direitos Humanos, pelo povo e p’lo teu chão.
Levanta a cabeça e luta e constrói o teu destino
por um mundo melhor, pela paz canta o teu hino!

Amigo, amiga,
a vida é tua, é tua a vida!

Levanta a cabeça e luta contra ratings e banqueiros,
o povo é quem mais ordena, vai destruir os poleiros.
Levanta a cabeça e luta, com ira e indignação,
contra as leis desta tróica que nos levam a pedir pão!

Levanta a cabeça e luta, com a Grândola na voz,
somos todos a muralha, juntos não estamos sós.
Levanta a cabeça e luta, o povo está a mandar,
gritando alto à tróica que se vá mesmo lixar!

Levanta a cabeça e luta com garra e com coragem,
contra os destinos de fome, guerra à vergonhosa pilhagem.
Levanta a cabeça e luta, vem para a rua gritar,
o povo é quem mais ordena e vai Portugal acordar!

Amigo, amiga,
a vida é tua, é tua a vida!

Levanta a cabeça e luta, sê borboleta colorida
que, libertada da crisálida, procura uma nova vida.
Levanta a cabeça e luta, vai fundo como a toupeira,
escava túneis de esperança e de justiça verdadeira!

Levanta a cabeça e luta, sê cigarra na alegria,
nos cantos de resistência, sob o signo da utopia.
Levanta a cabeça e luta, sê formiga na convicção
e na certeza dos caminhos que levam à revolução!

Amigo, amiga,
a vida é tua, é tua a vida!


Por Guadalupe Magalhães Portelinha

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN