Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Que me importa?

Que me importa?
Que lá fora chova, faça frio ou calor,
Que haja muito ou muitíssimo amor,
Que os jovens se amem e beijem na rua.
Que a senhora ministra apareça toda nua,
De joias, ideias e imposturas, claro está.
Ou se misture e ria com os colegas, vá lá.
Que me importa?

Se ouço dizer, fadistas cantai, poetas chorai.
Pois eu grito à toa, escritores pensai, sonhai.
O mundo não acabará amanhã, porventura.
Ainda se os governantes me dão desventura,
Eu não me calo, mesmo que veja o caixão
Ao pé de mim, brado e grito é só corrupção.
Que me importa?

Que haja troika, crise ou aperto de alma,
Todos os apertos que eles intentem dar-me.
Quem? Quem diz que se lixem as eleições.
Homens e Mulheres, levantai os corações.
Vamos todos mostrar a raiva nua e crua,
Exigir…Governo e acólitos já para a rua.

Carlos Ribeiro Saraiva

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN