Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
SBN comemorou Dia do Bancário Reformado

A Comissão Sindical de Reformados do SBN comemorou pela décima vez, no passado dia 26 de maio, em Melgaço, o Dia do Bancário Reformado. A partida foi junto à Câmara do Porto, como tem sido hábito. O dia nasceu triste, cinzento, a prometer chuva. Notava-se na cara das pessoas a necessidade e a esperança de ter pela frente um dia de sol, para que a crise e todos os problemas do dia a dia ficassem para trás, pelo menos por umas horas. Era tempo de olhar para a frente.

Seguimos em direção a Melgaço, encravada entre Espanha, Monção e Arcos de Valdevez – terra do meixão, da lampreia e do consagrado vinho alvarinho. Lá chegados, cheios de expetativa de devorar tudo quanto fosse novidade, eis que S. Pedro fez uma receção, como só ele sabe fazer, com uma estrondosa salva de vento e chuva, que fez esvair todo o entusiasmo até aí latente, não dando qualquer hipótese de conhecer o que de bom e belo a vila tem. Foram queimados mais uns minutos, fazendo horas para o almoço num restaurante pertinho do burgo.

Depois de todos acomodados, foram saindo os pratos previstos na ementa, que, não sendo especiais, eram bem confecionados e em abundância. Por altura da sobremesa foi o momento escolhido para justificar e dar consistência ao evento. O Presidente do Sindicato, Mário Mourão, usou da palavra, saudando todos os presentes. De seguida, dissecou sobre a vida sindical e sobre os problemas e os ataques de que permanentemente os reformados têm sido alvo, reclamando a sua atenção.

Falou também do SAMS e da sua reestruturação, bem como dos benefícios que os mais idosos, em particular, podem usufruir das parcerias com a Trofa- Sénior e com outras entidades protocoladas com o SBN/SAMS. Os reformados têm a obrigação de estar atentos ao evoluir da situação, na defesa dos inalienáveis direitos e apoiando os seus legítimos representantes, para que sejam fortes e intransigentes na defesa dos associados. Depois de bem saciados e sendo necessário desgastar calorias, nada melhor que um bom pé de dança.

Quando se fez hora, foi hora do lanche. Como é curial nestas ocasiões, havia o bolo comemorativo, que foi partido pelo associado mais antigo presente na sala, Manuel Gomes Pinto Teixeira, sócio do SBN desde a fundação do sindicato. Cantou-se os parabéns e brindou-se à saúde dos presentes e dos reformados em geral. Finalmente o regresso a casa, com o cansaço a fazer-se sentir, mas com a satisfação pelo dever cumprido. Foi agradável ouvir dos participantes palavras de satisfação e de elogio pela organização do evento, que, não sendo perfeita, correu bem.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN