Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Breves

Acção conjunta na Europa?
A possibilidade de uma greve geral conjunta entre vários países europeus foi abordada numa recente reunião realizada em Lisboa, onde estiveram presentes os líderes das centrais sindicais de Portugal, Espanha, França e Itália.

IFB forma bancários etíopes
O Instituto de Formação Bancária (IFB) foi a instituição escolhida pelo Banco Europeu de Investimento para levar a cabo uma acção de formação intensiva a 13 bancários etíopes.
A formação será para bancários de topo e de nível intermédio, que irão aprofundar conhecimentos em áreas como a gestão de risco, controlo interno de auditoria, transacções bancárias, análise financeira, avaliação de projectos, project financing, gestão de risco de crédito e marketing bancário.

925 milhões de pessoas com fome no mundo
Segundo revela um relatório divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Agriculura (FAO), apesar de uma redução substancial verificada no último ano, devido principalmente às boas colheitas e à descida do preço dos alimentos, o número global de pessoas com fome crónica ascende ainda a 925 milhões.
Segundo a FAO, a estimativa mais baixa deste ano reflecte principalmente os efeitos dos progressos feitos pela China e pela Índia para alimentar as respectivas populações. Mais de 40% dos subnutridos do mundo vivem naqueles dois países. E cerca de dois terços estão no Bangladesh, Indonésia, Paquistão, República Democrática do Congo e Etiópia.

Economia mundial abrandou
De acordo com a avaliação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), o crescimento médio do Produto Interno Bruto (PIB) nos países membros, incluindo Portugal, deverá situar-se num intervalo entre 2,5% e 3%, este ano, já que o ritmo da retoma da economia mundial abrandou desde o início de 2010 em todos os países da OCDE e a dívida pública deverá atingir máximos históricos. Para 2011, a OCDE estima um abrandamento do crescimento do PIB para um intervalo entre 2% e 2,5%.
Ainda segundo a OCDE, a zona euro vai crescer 1,7% neste e no próximo ano, e o desemprego deve ficar nos 9,9% este ano, descendo para 9,6% e 9,2% nos dois anos seguintes.

FMI revê em baixa o crescimento mundial
Também Olivier Blanchard, economista chefe do FMI, anunciou a previsão de crescimento mundial de 03 a 04 por cento em 2010 e “quase o mesmo” para 2011, revendo em baixa previsões da instituição divulgadas anteriormente. Nas últimas previsões, publicadas em Outubro, o FMI previa um crescimento de 4,8% para 2010 e de 4,2% para 2011.

Lucros da banca atingem quatro milhões por dia
Numa altura em que os mercados financeiros atravessam uma situação pouco favorável, marcada, sobretudo, pelo aumento dos juros da dívida portuguesa e pela queda recente das bolsas europeias, o sector bancário, na sua maioria, continua a assistir a uma subida dos lucros.
Se nos primeiros nove meses de 2009, o resultado líquido do BES, BCP, BPI e Santander foi de 1,06 mil milhões, este ano, no mesmo período atingiram os 1,1 mil milhões, o que quer dizer que cada banco terá assim ganho a módica quantia de quatro milhões por dia.

Portugal é quinto, em desemprego, nos 30 países da OCDE
No conjunto dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a taxa de desemprego manteve-se em Setembro, pelo quarto mês consecutivo, nos 8,5%, com o número de desempregados a manter-se nos 45,5 milhões de pessoas. Portugal apesar de, segundo o Instituto Nacional de Estatística, ter visto o desemprego subir no terceiro trimestre do ano para os 10,9%, mantém a quinta taxa mais elevada, depois de Espanha (que subiu para os 20,8%), República Checa (que subiu para os 14,7%), Irlanda (que subiu para os 14,1%) e a Hungria (que baixou para os 10,8%).
No entanto, a OCDE prevê que o desemprego atinja em Portugal a taxa de 11,4 % em 2011. A taxa de desemprego média dos países da União Europeia manteve-se, por sua vez, estável nos 9,6%.

Distrito do Porto soma um quarto dos desempregados
Segundo dados do dados do IEFP-Instituto do Emprego e da Formação Profissional, a região Norte tem das maiores taxas de desemprego do país – só o distrito do Porto concentra um quarto de todos os registados nos centros de emprego do Continente e se juntarmos o distrito de Braga, chegaremos a um terço dos trabalhadores que estão sem trabalho.
As características dos desempregados da região, deixam patente a dificuldade em voltar ao mercado de emprego, já que, quase um terço (30%) dos desempregados portugueses que não estudaram além da antiga quarta classe vive no Porto.
No outro extremo da instrução escolar estão as pessoas com ensino superior, pois também cerca de um terço dos licenciados que não estão a trabalhar inscritos nos centros de emprego, reside nos distritos do Porto e de Braga.
Ainda segundo o INE, mais de metade dos desempregados não trabalha há mais de um ano (desemprego de longa duração), e muitos já não estão inscritos nos centros de emprego, o que ainda agrava a situação real.

Inflação sobe em Portugal 0,4% em Outubro
Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) revelados os preços no consumidor subiram 0,4% em Outubro, em relação ao mesmo período do ano passado, devido sobretudo aos avanços dos preços do vestuário e calçado e medicamentos.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN