Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
A mulher, a velhice e as pensões

O aumento de gerações mais velhas na população trouxe maiores desequilíbrios à sociedade actual. Trata-se de um fenómeno do nosso século, ao qual devemos ter em conta algumas questões com relevância crescente, para que a sociedade não se desproporcione desmesuradamente.

O aumento da esperança de vida, que é maior na mulher, aliada às desigualdades de oportunidades, trouxe mais probabilidade desta se tornar numa idosa com graves problemas financeiros.

Ao longo da sua vida, a mulher, ainda vítima de discriminação, é confrontada com salários inferiores aos dos homens, já que, devido à sua natureza materna, a mulher faz com mais frequência interrupções na sua carreira, para assumir responsabilidades familiares.

Como consequência, as respectivas pensões são frequentemente mais baixas e, por isso, é mais elevado o risco de pobreza entre o sexo feminino.

Defender a mulher destas discriminações, é uma necessidade, seja através de leis ou de solidariedade intergeracional, para que possamos continuar a caminhar para uma efectiva igualdade entre homens e mulheres e proporcionar uma melhor qualidade de vida às “nossas” idosas.

Ilda Martins
GRAM - Grupo de Acção de Mulheres do SBN

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN