Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Congresso da Confederação Sindical Internacional

Mundialização não pode ser hostil aos trabalhadores

O 2º Congresso da Confederação Sindical Internacional (CSI), que se realizou em Vancouver (Canadá), subordinada ao tema “Agora o Povo” e que contou com uma delegação da UGT chefiada por João Proença, deplorou os enormes prejuízos infligidos aos trabalhadores pela actual crise que se declarou após dezenas de anos de um modelo de mundialização hostil aos trabalhadores, aos pobres e ao desenvolvimento: “Por isso, agora são os povos que devem beneficiar da mundialização. É tempo de passar da crise à justiça mundial.”

O Congresso reconheceu que, a despeito do enorme sofrimento que causou, a crise abre igualmente novas possibilidades de ser atingido o objectivo estabelecido no programa da CSI, de mudar fundamentalmente a mundialização, a fim de que se torne equitativa e duradoura. Todavia, estratégias mal concebidas para saída da crise podem igualmente dar lugar à sua continuidade e à intensificação das injustiças e das desigualdades do passado.

Por último, o Congresso identificou as seis seguintes prioridades, no quadro da estratégia da CSI em prol da justiça social mundial: um trabalho condigno para todos, justiça e equidade no mercado de trabalho, regulamentação das finanças, um futuro duradouro com baixas emissões de carbono, um novo modelo de desenvolvimento e a “governança” da mundialização.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN