Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Ao motoqueiro

Parecem pontuais,
Eles correm… correm…
Com se já fossem atrasados,
Para a morgue.
Coitados!

Correm loucamente,
Fazem gincana,
Constantemente,
Asneiras de fixa em faixa
Num desafios à morte,
Enquanto lho consente
A sorte.

Correm demais,
Dão-nos baile,
Fiados na protecção do raile,
Que, arrepiado, acompanha,
Constantemente,
A façanha.
Aqui jaz
Um que foi tão bom rapaz!
Porém, num dia mal escolhido,
Em que corria, distraído,
E sem ponta de receio,
Foi brutalmente agredido
Por um poste,
No passeio,
E ficou com a cabeça aberta
Ao meio!

Moral da história:
Mas que morte tão inglória!

Francisco Rodrigues

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN