Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Trabalhadores do BPN defendem vínculos laborais

Um encontro nacional de trabalhadores do BPN que decorreu no Porto, aprovou, por unanimidade e aclamação, uma moção exigindo do Governo a participação dos sindicatos na procura de uma solução que garanta e defenda todos os colaboradores daquela instituição, independentemente do vínculo contratual.
A reunião juntou duas centenas de trabalhadores provenientes das áreas geográficas dos sindicatos do centro, do norte e do sul e ilhas. O documento aprovado enfatiza que os sindicatos dos bancários do Norte, do Centro e do Sul e Ilhas têm vindo a acompanhar com apreensão a evolução das consequências da crise financeira, com particular relevância no emprego no sector bancário e, muito particularmente, no BPN.
Entretanto, é sabido que no BPN, para além da ameaça de não renovação dos contratos a termo, existe uma grande indefinição quanto ao futuro dos restantes trabalhadores e da própria instituição, o que corresponde a verdadeiros despedimentos sem justa causa.
Por outro lado, o diploma que determinou a nacionalização do BPN estipula que cabe à CGD, entre outras obrigações, acautelar, designadamente, a defesa dos direitos dos trabalhadores.
Por seu turno, o Governo tem, em sucessivas afirmações públicas, dito que uma das suas principais prioridades é a defesa do emprego e a luta contra o desemprego.
Também em sede de concertação social, quando questionado pelo secretário-geral da UGT, o primeiro-ministro afirmou que os trabalhadores do BPN estão mais seguros com a nacionalização da instituição, garantindo não ser intenção do Governo que haja despedimentos.
Por fim, sublinha que os sindicatos não podem ficar indiferentes às preocupações que os trabalhadores do BPN lhes fazem chegar relativamente ao futuro e à estabilidade dos postos de trabalho.
     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN