Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Conselho Geral aprova programa de acção e orçamento

Eleitos delegados ao Congresso da UGT

O Conselho Geral do SBN aprovou no passado dia 18 de Dezembro o orçamento rectificativo de 2008 e o programa de acção e orçamento para 2009 e elegeu os delegados ao próximo congresso da UGT – 21 pela TSS, 14 pelos TSD e 5 pela TIDC. O orçamento rectificativo de 2008 sublinha que se chegou, finalmente, a uma solução que irá permitir viabilizar o projecto do empreendimento do Clube Residencial de S. Miguel-o-Anjo, desfecho que se traduziu na alienação e consequente participação societária na empresa responsável pela gestão daquela unidade.

Este facto isolado penalizou consideravelmente os resultados consolidados, uma vez que foram contabilizados 1,1 milhões de euros em perdas em imobilizações, montante que não foi considerado no orçamento aprovado no Conselho Geral realizado em Dezembro de 2007. A nível dos proveitos, há a destacar a previsão de recebimento de 15,5 milhões de euros a título de compensação financeira atribuída pela ACSS, montante superior em 1,2 milhões ao valor estimado no momento da elaboração do orçamento inicial.

Assim, é de prever que estes dois movimentos extraordinários se anulem mutuamente, razão pela qual, em termos consolidados, é esperado que o saldo orçamental seja muito próximo do admitido inicialmente. Consequentemente, o resultado líquido consolidado deverá ser positivo em cerca de 2,8 milhões de euros.

Actividade sindical
O programa de acção para 2009 recorda que o mandato que brevemente finalizará deixou fortes marcas de modernização do SBN, da vida sindical e do SAMS, a par de uma forte melhoria económico-financeira que facilitará os próximos tempos: em conjunto com outros sindicatos, foi fundada a Federação do Sector Financeiro, foi acordada a integração obrigatória dos novos bancários na segurança social sem que tivessem sido hipotecados quaisquer dos direitos contratuais adquiridos, o número de associados deixou de decrescer, as revisões salariais foram acordadas com algum ganho do poder de compra e foi solucionado o forte desequilíbrio financeiro que o empreendimento de S. Miguel-o-Anjo potenciava.

É proposta uma maior contenção de custos para o novo exercício, que passa pelo próprio acto eleitoral que se avizinha e que se estende aos diversos pelouros, sem prejuízo de as áreas da contratação colectiva e do SAMS continuarem a ser os pilares da actividade do SBN. Conta-se que a Febase, após o período de instalação, de logística e de organização, entre numa fase de normal actividade e que, nessa perspectiva, seja feita gradualmente a transferência de actividades e de competências.

Foi também privilegiada a reorganização das áreas da estrutura sindical, dos serviços jurídicos, dos órgãos consultivos e do lazer e tempos livres, e fortalecida a parte cultural, sem descurar um maior destaque e apoio às componentes da juventude e dos reformados, que carecem de maior intervenção e acompanhamento. A longevidade do sindicato é assinalável, pelo que será comemorado condignamente o 75º aniversário.

A defesa do património imobiliário tem sido uma constante e continuará a ser uma preocupação permanente da Direcção, com vista ao melhor redimensionamento estrutural. Os vínculos com a UGT e com os sindicatos dos bancários congéneres – SBC e SBSI –, bem como com a UNI, a CES e a CSI serão aprofundados e o SBN continuará presente nas iniciativas mais relevantes que se destinem a cimentar uma realidade profissional mais justa e digna. Por fim, a Direcção pugnará por uma revisão estatutária que tenha em conta uma contenção de custos e de energia que passe pela reorganização orgânica.

Regime geral
Os resultados esperados relativos ao ano que findou permitem antever um exercício estável e sustentado, com condições para manter e até para melhorar o nível da qualidade dos serviços e das comparticipações. Assim, foi decidido não afectar verbas a novas acções, inovações e investimentos que, pela natureza e fins, sejam considerados para além da normal gestão corrente. Caberá aos novos dirigentes elencar e hierarquizar as grandes opções e não seria curial que se lhes deparasse qualquer condicionamento ou constrangimento orçamental que dificultasse a tarefa.

Quinta de Pais
Sendo quase intransponíveis os obstáculos que impedem reduzir os custos de funcionamento e concretizar resultados de outra natureza, a Direcção não enjeita a possibilidade de estudar propostas que conduzam à cedência à exploração ou a uma eventual alienação do centro de férias.

Loja de Óptica
No próximo ano será mantida a actual política de preços sociais, por a Direcção entender ser essa a que melhor se adapta às expectativas dos associados. Mas quer fazer mais e melhor, pelo que se encontra em estudo o alargamento da prestação daquele serviço a outros postos clínicos do SAMS – a exemplo da prática já instituída em Aveiro e Bragança.

Orçamento para 2009
Os resultados traduzem o rigor e a transparência necessários para a formulação deste importante instrumento de gestão, mas reflectem, sobretudo, um espírito de prudência relativamente ao futuro, tendo sido consideradas as previsões para a inflação e para a actualização salarial.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN