Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Dia Internacional da Mulher

Durante séculos, o papel da mulher incidiu sobretudo na função de mãe, esposa e dona de casa. Ao homem estava destinado um trabalho remunerado no exterior do núcleo familiar.

Com o incremento da Revolução Industrial, na segunda metade do século XIX, muitas mulheres passaram a exercer uma atividade laboral, embora auferindo uma remuneração inferior à do homem, situação, aliás, que ainda hoje se mantém.
Lutando contra essa discriminação, as mulheres encetaram diversas formas de luta na Europa e nos EUA.
Para relembrar essas mulheres, terão lugar, no dia 10 de março, nas Caldas da Rainha, organizadas pelo GRAM, as comemorações do Dia Internacional da Mulher.

LENDA E REALIDADE

A lenda do Dia Internacional da Mulher – que tem sido veiculada por muitos órgãos de informação como surgido na sequência de uma greve realizada em 8 de março de 1857 por trabalhadoras de uma fábrica de fiação ou por costureiras de calçado – não tem qualquer rigor histórico, embora seja uma história de sacrifício e morte que cai bem como mito, já que, segundo recentes investigações, não vem noticiada nem mencionada em qualquer jornal norte-americano.
A verdade é que, em 1909, um grupo de mulheres socialistas norte-americanas se reuniu numa jornada pela igualdade dos direitos cívicos, que estabeleceu criar um dia especial para a mulher, que nesse ano aconteceu a 28 de fevereiro. Ficou então acordado comemorar-se este dia no último domingo de fevereiro, o que nem sempre foi cumprido.
A fixação do dia 8 de março apenas ocorreu depois da 3ª Internacional Comunista, sendo a data escolhida por ser o dia da manifestação das mulheres de São Petersburgo, que reclamaram pão e o regresso dos soldados. A partir de 1960, essa tradição recomeçou como grande acontecimento internacional, desprovido, pouco e pouco, da sua origem socialista.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN