Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe Março e Abril 2017
 
Núcleo de Fotografia do SBN expõe no Mercado Ferreira Borges

O Núcleo de Fotografia do SBN vai apresentar nas instalações do Mercado Ferreira Borges (Hard-Club) uma exposição, intitulada “Núcleo de Luz”, cuja inauguração decorrerá no dia 1 de abril, às 17 horas, no foyer da entrada principal do edifício e que estará patente até ao dia 30, das 11 às 24 horas (aos dias de semana), prolongando-se o horário até ao encerramento do edifício aos fins de semana e nas vésperas dos feriados.


Os autores são Aires Araújo Pereira, António Alberto Costa, António Eurico Morais, Eduardo Nogueira, Fernando Mário Castro, José Cerqueira, José Godinho, Júlio Pereira, Manuel Santos Vale e Rui Manuel Costa. De tema livre, os autores, de sensibilidades diferentes, procuram transmitir, com arte e emoção, o testemunho do meio que os rodeia, eternizando o registo dos momentos capturados pelas objetivas. Aproveitando o ensejo, a nossa revista fez uma entrevista com José Cerqueira, Manuel Vale – coordenador – e Fernando Mário Castro, daquele núcleo.


P. Como nasceu a ideia de criarem uma organização como a vossa?
R.
Núcleo de Fotografia foi constituído há cerca de quarenta anos e funciona atualmente sob tutela do pelouro Recreativo e Cultural da Direção do SBN, liderado por Ana Ribeiro, com quem mantemos um fácil relacionamento institucional e a quem agradecemos o apoio que nos tem dado no desempenho da nossa atividade. Estamos abertos a todos os associados do sindicato e seus familiares e participamos em ações formativas internas nos domínios do conhecimento das máquinas fotográficas, da imagem e do tratamento digital, proporcionando a todos os interessados a participação de forma efetiva em exposições temáticas. Contamos neste momento com dez elementos, que são responsáveis pela concretização dos projetos fotográficos e demais atividades, havendo necessidade, a curto prazo, de reforçar este quadro com novos membros que gostem de fotografia.

P. Qual é o vosso método de funcionamento?
R.
A coordenação do núcleo desde janeiro de 2013 que está a cargo de Manuel Santos Vale, com a colaboração de Fernando Castro e de José Cerqueira. Até dezembro de 2012 teve como fundador e coordenador Jorge Viana Basto, altura em que pediu a demissão, mantendo, entretanto, a colaboração até novembro de 2016. Coordenou o grupo ao longo de muitos anos com grande empenhamento e dedicação, repartindo o seu saber sobre a arte fotográfica. Consideramos este colega um grande mestre no ensino da fotografia, que muito contribuiu para o desenvolvimento e a motivação de todos nós, na técnica e na arte de fotografar, a quem sinceramente estamos gratos.

P. As atividades circunscrevem-se ao nível interno do sindicato?
R.
Não! Face à atividade desenvolvida ao longo dos anos, criamos uma posição de grande relevo e aceitação no âmbito artístico nacional, tendo exibido os nossos trabalhos em diversos espaços artísticos, designadamente nas câmaras municipais do Porto, Gaia e Penafiel, nas galerias Utopia e 302 (Espaço Cultural do Banco Santander Totta), na Junta de Freguesia de Avintes, no Grove (Espanha)… Somos considerados um dos maiores expositores na cidade do Porto, com média de vinte eventos anuais, de bom nível técnico e artístico.

P. E neste momento, para além da exposição no Mercado Ferreira Borges, têm outros projetos em curso?
R.
Temos. Temos em curso um grande projeto – “Trajetos pelo Porto”, que teve início em 4 de janeiro, com base em exposições mensais e que irá decorrer até 8 de novembro, tendo sucedido ao anterior, “Sensibilidades”, iniciado em 2015. Em janeiro, o autor foi Aires Pereira e o tema “Pela Avenida da Boavista até ao Castelo do Queijo”. Fevereiro, António Morais, “Do Cais dos Guindais à Alfândega”. Março, Manuel Vale, “Do Palácio de Cristal às Escadas das Sereias”. Abril, Fernando Castro, “Do Museu do Vinho do Porto ao Castelo do Queijo”. Maio, Júlio Pereira, “Do Jardim da Cordoaria à Rotunda da Boavista”. Junho, António Costa, “Do Funicular dos Guindais às Fontaínhas”. Julho, José Godinho, “Da Praça Almeida Garrett à Praça do Infante”. Agosto, Rui Costa, “Da Praça Almeida Garrett ao Jardim da Cordoaria”. Setembro, José Cerqueira, “Da Praça da Batalha à Ribeira (pelo Morro da Sé)”. Outubro, Eduardo Nogueira, “Da Praça da Batalha ao Marquês”. Novembro, todos, encerramento.

P. Para além das exposições que leva a cabo regularmente, o núcleo tem outras atividades?
R.
Temos, como é o caso da formação interna, que se processa nomeadamente através da leitura de livros e revistas da especialidade, do tratamento digital de imagens através programas específicos, da procura de um maior conhecimento da legislação que regula a arte fotográfica, e da visita a exposições fotográficas com caráter didático, servindo estes eventos para contactar outros artistas de sensibilidades diferentes e que, de algum modo, contribuem para enriquecer os nossos conhecimentos. Ainda a nível da formação, estamos disponíveis para prestar esclarecimentos aos associados do SBN ou familiares diretos, sobre o funcionamento de máquinas fotográficas e introdução à fotografia digital, todas as quartas e quintas-feiras, das 14h30 às 17 horas. Por outro lado, promovemos ações externas do núcleo, diurnas e noturnas, tendo em vista a troca de experiências e de técnicas na recolha de imagens, sobretudo a nível de paisagem natural e urbana, fotojornalismo, gentes e locais, macro…

P. Para terminar, qual o modo de funcionamento do núcleo?
R.
Desenvolvemos a nossa atividade nas instalações do sindicato na Rua Conde de Vizela, 145, que consideramos agradáveis e acolhedoras. Na sala de entrada funciona a designada Galeria 1, com exposições mensais, onde o “fotógrafo do mês“ apresenta um tema de acordo com o projeto anual aprovado pela Direção. Na sala de trabalho e de reuniões, que designamos por Galeria 2, expomos bimestralmente os nossos trabalhos, de tema livre, procurando aperfeiçoar técnicas fotográficas e criativas, de modo a melhorar o respetivo nível qualitativo. Ainda a nível das instalações, adaptámos um espaço de passagem, que designamos por Galeria Intermédia, reservado a exposições de associados do SBN, de pintura ou de fotografia, com o máximo de doze trabalhos, de reconhecida qualidade técnica e artística.

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN