Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe Março e Abril 2017
 
Novo Banco condenado a 150 mil euros

O Novo Banco (NB) já foi alvo de cinco contraordenações por parte da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) desde o início do ano, num montante que ascende a pelo menos 150 mil euros. A notícia foi publicada pelo JN e pelo DN, citando fontes oficiais da própria ACT.
"Desde janeiro de 2018, foram realizadas cerca de 50 ações inspetivas. Na sequência destas, foram instaurados cinco processos de contraordenação laboral, cuja moldura mínima é de cerca de 30 mil euros" – refere a mesma fonte.
Mas os problemas do ex-BES não ficaram por aqui. Na sequência daquelas inspeções, o NB "foi igualmente advertido relativamente a quatro irregularidades", tendo sido "ainda notificado para regularizar três situações em matéria de segurança e saúde no trabalho".
Estas violações tiveram origem nas rescisões e nos despedimentos com que o NB avançou depois do fracasso do Banco de Portugal em fechar a primeira tentativa de venda ter levado Bruxelas a impor "medidas adicionais de reestruturação" ao banco. O prazo apertado aceite pelo ex-Governo para cumprir aquelas metas terá, em parte levado às violações agora confirmadas pela ACT.
Dado que o "processo de reestruturação em curso" não termina no NB, a ACT alerta que irá continuar atenta e que continuará também a adotar "os procedimentos considerados adequados".

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN