Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe Março e Abril 2017
 
Como será o trabalho no futuro?

A Fundação Francisco Manuel dos Santos promoveu no dia 15 de março um debate televisivo sobre um dos mais candentes (preocupantes) assuntos a nível mundial.
Por termos consciência da sua importância, aqui respigamos parte do texto difundido por aquela fundação.


“Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias e a robotização acabem com mais de 7 milhões de postos de trabalho. Neste período serão apenas criados 2 milhões de novos empregos, num balanço final que deixa 5 milhões de desempregados.

As previsões dos efeitos daquela que é chamada a quarta revolução industrial são visíveis todos os dias num mundo empresarial cada vez mais automatizado. Só a Foxconn, empresa fornecedora de material elétrico para a Apple e Samsung, com sede no Taiwan, substituiu 60 mil funcionários por robôs no ano passado. Ao mesmo tempo já há supermercados sem operadores de caixa, encomendas entregues por drones, fábricas onde os robôs fazem quase todo o trabalho. Como vão viver estes desempregados? O mercado tem capacidade para os absorver?
Grandes arautos da tecnologia como Stephen Hawking, Elon Musk e até Bill Gates estão preocupados. No último mês, dois dos maiores empresários de tecnologia do mundo avançaram com propostas surpreendentes. O patrão da Microsoft, Bill Gates, defendeu que a utilização de robôs deve estar sujeita a impostos. E o multimilionário Elon Musk, criador do primeiro voo comercial para a lua, propôs que todos os cidadãos recebam um rendimento básico. Na origem das duas propostas está uma mesma preocupação: encontrar soluções para a avalanche de desemprego que a inteligência artificial e a robótica prometem provocar nas próximas duas décadas.”

     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN