Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe Novembro e Dezembro 2017
 
Animais de companhia: primeiros socorros

No próximo dia 9 de dezembro, com início às 09h30 e fim previsto para as 17 horas, com intervalo para almoço das 12h30 h às 14, será promovido, nas instalações da Pinheiro Manso – Residência Sénior, na Rua Pinheiro Manso, 137, uma oficina de primeiros socorros para animais de companhia e uma sessão de reiki para animais, seguida de uma demonstração de busca e salvamento, com cães do Corpo de Intervenção em Operações de Proteção e Socorro (Associação K9H- -CIOPS). A oficina será orientada pela médica veterinária Iolanda Sousa e pela enfermeira veterinária Tânia Parchão. No final do curso haverá uma visita ao empreendimento Pinheiro Manso – Residência Sénior.

ASSOCIAÇÃO K9H-CIOPS

A associação K9H-CIOPS não tem fins lucrativos, foi constituída em 2014 e intervém no âmbito da Proteção Civil. Composta por uma Força de Busca e Salvamento, é multidisciplinar e tem operacionais com formação certificada que permite apoiar o socorro, nos cenários de Cinotécnica K9, primeiros socorros, primeiros socorros em animais, intervenção em pequenos focos de incêndios e busca e resgate em estruturas colapsadas.
Esta força de busca e salvamento é composta pelas seguintes unidades: Cinotécnica, Primeiros Socorros e Trauma, Resgate e Salvamento Tático, Logística e, num futuro próximo, uma unidade vocacionada para a Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas.
O K9H-CIOPS encontra-se sediado na freguesia de Águas Santas (Maia), onde possui um campo no sentido de treinar situações a aplicar em teatro de operações.

ANIMAIS DE COMPANHIA: O QUE SÃO? CUIDADOS A TER?

Um “Animal de Companhia” é qualquer animal possuído pelo homem, designadamente em sua casa, para seu entretenimento e enquanto companhia.
O alojamento de cães e gatos em prédios urbanos, rústicos ou mistos, fica sempre condicionado à existência de boas condições do mesmo e ausência de riscos hígio-sanitários relativamente à conspurcação ambiental e doenças transmissíveis ao homem.
Nos prédios urbanos podem ser alojados até três cães ou quatro gatos adultos por cada habitação, não podendo no total ser excedido o número de quatro animais.
No caso de frações autónomas em regime de propriedade horizontal, o regulamento do condomínio pode estabelecer um limite de animais inferior ao previsto no número anterior.



     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN